Educadores de São José dos Campos conhecem projetos desenvolvidos em Limeira

Intercâmbio:

A Secretaria de Educação de Limeira recebeu nesta quarta-feira, 23 de julho, a visita de um grupo de assistentes sociais e pedagogas da Secretaria de Educação de São José dos Campos. Os educadores estiveram no departamento de Serviço Social Educacional para conhecer os trabalhos e projetos desenvolvidos pelo departamento, especialmente a atuação de assistentes sociais na área da educação. Eles também conheceram o projeto “Fila Única”, implantado pela atual gestão.

A diretora do departamento de Serviço Social Educacional, Maria Helvira Arantes Andrade Martins, explicou a preocupação da Prefeitura de Limeira na defesa da educação pública de qualidade, no atendimento em período integral no ensino fundamental e principalmente os trabalhos realizados para resolver o déficit de vagas em creches. “A visita do grupo foi importante, pois aponta o reconhecimento do nosso trabalho, mas também serviu para troca de informações dos trabalhos desenvolvidos”, afirmou.

Ainda, de acordo com Helvira, os órgãos representativos do serviço social no Brasil estão dando importância significativa para o trabalho de assistentes sociais na área da educação. Isto se deve à relevância desta política pública para o desenvolvimento do país. “É importante salientar que o Serviço Social Educacional de nossa Pasta é referência nacional, pela estrutura e trabalho desenvolvido”, explicou.

Jornalista: Vanessa Ferreira

Créditos: Divulgação

IMG_20140723_115147790 IMG_20140723_115158325 IMG_20140723_115217115 IMG_20140723_115223667

Professores da rede municipal participam de debate durante Semana Afro-Brasileira

A Prefeitura de Limeira, por meio da Secretaria de Educação, realiza entre os dias 21 e 25 de julho a Semana Afro-Brasileira, com o tema: “Sociedade, História e Educação”. O evento ocorre no Teatro Nair Bello.

Durante a abertura dos trabalhos, o secretário de Educação, José Claudinei Lombardi, fez e um resgate mais aprofundado sobre a história dos negros e índios no Brasil. De acordo ele, a história do Brasil é caracterizada pela sociedade burguesa, que sempre colocou o negro em posição inferior e o índio em condição de exploração. “O escravo em nossa sociedade foi denominado de selvagem e utilizado meramente como um instrumento de trabalho”, afirmou.

Durante a mesa-redonda realizada nesta terça-feira, 22, o membro do Comicin (Conselho Municipal dos Interesses do Cidadão Negro), José Benedito de Barros, e a professora Maria Cristina de Barros Bezerra, defenderam uma sociedade mais igualitária e que respeite as diferenças. “As classes dominantes utilizam as diferenças para justificar as desigualdades”, declarou Barros.

Segundo Maria Cristina, o censo do IBGE 2012 apontou que no Brasil os negros representam 51% da população e que, apesar dos avanços, ainda há uma grande desigualdade no país, por exemplo, apenas 20% dos negros têm acesso à pós-graduação. “A burguesia quer nos explorar e não queremos ser explorados pela burguesia. Os movimentos sociais são perseguidos e jogados aos desmandes da sociedade”, disse.

O projeto “Canto de Mulher”, do Decadie (Departamento da Cultura Afrodescendente e da Integração Étnica), fez uma apresentação cultural durante o evento. Segundo a diretora do Decadie, Cleusa dos Santos, o departamento tem o objetivo de resgatar a essência feminina na sociedade e é importante fazer que este resgate fale da cultura afro. “Falar e resgatar a essência são aspectos que jamais aprenderemos nas teorias colocadas pelas faculdades”, citou.

A Semana Afro-Brasileira atende à lei 10.639 de 2003, que estabelece a obrigatoriedade do ensino afro-brasileiro e as relações étnico-raciais no currículo das escolas públicas e privadas do ensino fundamental e médio. O evento, que ocorre na Secretaria de Educação, conta com exposições organizadas pelos movimentos sociais e pelas escolas da rede municipal de ensino.

Jornalista: Vanessa Ferreira

Créditos: Divulgação

DSC_0530 DSC_0533 DSC_0539

Escola realiza formação com funcionários visando projeto Político Pedagógico

A unidade escolar Aldelena Baraldi Fonseca Santos realizou na semana passada uma formação com professores e funcionários da escola. O treinamento faz parte do projeto curricular “Político Pedagógico” proposto pela Secretaria de Educação a todas as unidades escolares. A formação estabelece que seja refletida a construção de um projeto dentro das escolas que proponha: mapeamento, metas e ações de melhorias.

De acordo com a diretora da escola, Paula Furini Stolsi, o próximo passo deste projeto é alinhar o envolvimento da família para elaboração de planos e metas, uma vez que a participação efetiva da comunidade familiar é muito importante para o desenvolvimento da escola. “Foi um momento muito gratificante onde a comunidade escolar participou ativamente. É importante que pensemos e façamos este projeto de forma coletiva”, disse.

Jornalista: Vanessa Ferreira

Créditos: Divulgação

SAMSUNG CAMERA PICTURES SAMSUNG CAMERA PICTURES

Prefeitura abre inscrições para ensino infantil e fundamental

A Prefeitura de Limeira, por meio da Secretaria de Educação, abriu as inscrições do ensino infantil e fundamental para 2015. As inscrições vão ocorrer até o dia 15 de agosto e são destinadas para as crianças nascidas até 31 de março de 2012. Após o período de inscrição, os pais serão chamadas para a efetivação na rede municipal. É importante lembrar que todas as crianças que já pertencem à rede municipal estarão inscritas automaticamente.

As inscrições devem ser realizadas nas unidades escolares mais próximas do bairro. Mais informações podem ser adquiridas nas unidades escolares ou na Secretaria de Educação, no departamento Direplan, pelo telefone 3404 2438.

Jornalista: Vanessa Ferreira

 

 

 

Estudantes do bairro Tatu participam de visita monitorada ao Aterro Sanitário

Alunos do 4º e 5º anos da Emeief Tenente Aviador Ary Gomes de Castro, localizada no bairro Tatu, estiveram nesta segunda-feira, 21 de julho, no Aterro Sanitário Municipal. Eles conheceram de perto todo o funcionamento do local e suas características. A iniciativa é uma parceria das secretarias de Desenvolvimento Rural e Meio Ambiente, Educação e Serviços Públicos.

O objetivo da visita foi despertar nos 26 estudantes a necessidade de reduzir a produção de lixo doméstico, e ao mesmo tempo, estimular a coleta seletiva. Segundo o diretor de Educação Ambiental da Secretaria de Desenvolvimento Rural e Meio Ambiente, Tiago Georgette, cada limeirense produz cerca de 1 a 1,5 quilo de lixo por dia. “É importante que os estudantes aprendam qual é o destino do lixo doméstico e como é possível diminuir seus impactos ambientais”, afirmou.

Um dos tópicos tratados foi a diferenciação entre lixão e aterro sanitário. No lixão, o material é despejado no solo sem qualquer tipo de cuidado ambiental. Já no aterro sanitário, como é a situação encontrada em Limeira, há toda uma preparação do terreno que receberá o lixo doméstico.

De acordo com Tiago, o aterro é previamente impermeabilizado com plástico para evitar a contaminação do solo e dos mananciais. “Após o descarte do lixo, ele é prensado e recebe uma camada de terra”, explicou. O chorume – líquido que escorre do lixo – segue para uma lagoa. São 90 toneladas de chorume produzidos por dia, que são tratadas e devolvidas ao meio ambiente. Já o gás metano resultante do processo de decomposição do material orgânico é coletado por meio de tubos e incinerado.

Para a estudante do 5º ano, Laura Spagnol Abarca, a visita ao local foi bem interessante. “Temos que ter como meta reduzir o lixo em casa e separar o material que pode ser reciclado”, disse. Outra aluna do 5º ano, Maria Clara de Almeida Assunpção, também gostou da iniciativa. “Aprendi coisas diferentes sobre o lixo e poderei ensinar outras pessoas”, comentou.

Uma das professoras que acompanhou o passeio, Solange Aparecida Pinto Nunes, informou que a Ary Leite desenvolve um projeto de coleta seletiva e que a presença dos alunos no aterro irá motivá-los nas atividades escolares. “Após essa visita, acredito que os alunos terão mais condições de passar os conceitos sobre reciclagem para os pais”, avaliou.

A visita está inserida dentro do Plano de Comunicação Social requerido no licenciamento da terceira fase do aterro, chamada de 2-B, que é a única parte do aterro que continua ativa. O aterro possui outras duas fases, que já foram encerradas, a Fase 1 e a Fase 2.

Além disso, o programa de visitas ao aterro está inserido no projeto da Semana da Água, ocorrida em abril, que visa introduzir no currículo escolar conceitos sobre o consumo consciente e a relação entre a destinação correta do lixo e a qualidade da água.

Aterro

O Aterro Municipal recebe 260 toneladas por dia de resíduos sólidos domésticos e de resíduos industriais não tóxicos. Além disso, são encaminhadas diariamente para o local 400 toneladas de resíduos de construção civil e de materiais inservíveis do Só Cacareco.

Veja a programação de visitas ao aterro:

Na próxima quarta, 23 de julho, às 8 horas, será a vez dos alunos da Emeief Rural Bairro dos Lopes visitarem o aterro. E no dia, 28 de julho, às 13 horas, será a vez dos estudantes da Emeief Rural Ângelo Bisotto (Jaguari).

Jornalista: Agnaldo Rodrigues

Crédito das fotos: Gustavo Martins

DSC_7656a (foto Gustavo Martins) DSC_7659a (foto Gustavo Martins) DSC_7703a (foto Gustavo Martins) DSC_7707a (foto Gustavo Martins)

Funcionários de escolas participam de palestra motivacional

A Prefeitura de Limeira, por meio da Secretaria de Educação, ofereceu uma palestra motivacional aos funcionários de seis escolas da rede municipal. O intuito foi proporcionar um momento de confraternização e reflexão, por meio da palestra “Motivação pra ser feliz”. A palestra foi ministrada voluntariamente pelo palestrante motivacional Edson Roberto de Paula, e ocorreu nesta quarta-feira, 16 de julho, no galpão da escola Professora Maria Madalena Vasconcellos.

De acordo com a direção da escola, a intenção foi também iniciar o novo semestre de maneira mais motivadora e feliz, já que a motivação provoca a ação, conforme aprenderam com o palestrante. O estudo da motivação comporta a busca de princípios que nos auxiliam a compreender porque seres humanos e animais em determinadas situações específicas escolhem, iniciam e mantém determinadas ações.“Para nós a palestra foi muito incentivadora para começarmos o semestre com mais entusiasmo”, explica a direção.

As escolas envolvidas e que participaram da palestra pertencem à Zona Sul da cidade, são elas: Professora Maria Madalena Vasconcellos Silva, Doutor Waldemar Lucato, José de Carvalho, José Justino, Professora Maria Apparecida de Lucca Moore, Arlindo de Salvo e Theresa Veronesi D’Andrea. O objetivo, segundo as direções das escolas, foi causar mais aproximação e interação por parte dos funcionários que trabalham na mesma região.

Jornalista: Vanessa Ferreira

Crédito: Eduardo Zanzirolamo
DSC_0639a DSC_0672a DSC_0680a

Coordenadores da Educação participam de curso de pós-graduação

A Prefeitura de Limeira, por meio da Secretaria de Educação, realizou o primeiro encontro presencial do curso de pós-graduação para coordenadores da Secretaria de Educação, em parceria com a UFSCar (Universidade Federal de São Carlos). De acordo com a agente de desenvolvimento educacional, Eliane Quinelato, o objetivo do curso é aperfeiçoar os conhecimentos de determinada área.

“O público é composto por alguns coordenadores de escolas municipais e estaduais de Limeira e também da região, todos devidamente matriculados no curso. Cabe lembrar que, este foi o primeiro encontro, mas há outros agendados pela Universidade”, explica.

O encontro aconteceu no dia 28 de junho, no Teatro Nair Bello, e contou com a presença da professora Maria Cristina Bezerra, da UFSCar, que presidiu o encontro e deu as primeiras orientações sobre as atividades a serem realizadas pelos coordenadores durante o curso.

A previsão do término do curso de pós-graduação é para o mês de dezembro.

 

Jornalista: Vanessa Ferreira

Créditos: Wagner Morente

DSC_3288a DSC_3299a

Educação abre inscrições para cursinho Colmeia

A Prefeitura de Limeira, através da Secretaria de Educação, deu início nesta segunda-feira, 7 de julho, às inscrições para o cursinho pré-vestibular Colmeia. Os interessados têm até dia 25 de julho para se inscrever no site da prefeitura e devem realizar entrevista com assistente social da secretaria para apresentar os documentos necessários.

O candidato deve estar cursando ou ter concluído o ensino médio, não possuir graduação, morar em Limeira e possuir renda per capita de 1,5 salário-mínimo vigente. É preciso apresentar o requerimento de inscrição (adquirido no site da prefeitura), cópia de RG, CPF, histórico escolar com certificado de conclusão do ensino médio, declaração de que não possui graduação (pode ser assinado no momento da entrevista) e documentos de todos que residem na casa do indivíduo (RG, CPF e declaração de situação de trabalho).

O Colmeia é uma parceria entre a Prefeitura de Limeira e a Unicamp. As aulas começam no dia 4 de agosto e são realizadas no Centro Comunitário do Jd. Morro Azul no período da tarde, entre 13h e 17h, e noite, entre 19h e 22h.

Alessandra Postali – Estagiária de Jornalismo