Arquivos da categoria: EDUCAÇÃO DE LIMEIRA

Assembleia geral do Orçamento Participativo é realizada na Educação

Amanhã, 27 de julho, a Secretaria Municipal da Educação sediará a assembleia geral do Orçamento Participativo, no Teatro Nair Bello. O evento, que tem início às 8h, é aberto à população e tem o objetivo de fortalecer a participação popular na administração pública de Limeira.

No encontro, representantes do Poder Público e das regiões da cidade estarão presentes para debater os problemas que foram levantados em outras reuniões, definir as necessidades atuais do município e enquadrar as ações que precisam ser realizadas ao orçamento da prefeitura.

A palestra que abrirá o evento será: “Democracia Representativa e Participativa – avanços e desafios da participação popular”, do economista e coordenador do OP de Campinas no período de 2001 e 2004, José Reinaldo Braga.

 

Projeto de primeiros socorros capacita servidores escolares

O guarda civil municipal Paulo Ariel de Campos, que atua junto ao Corpo de Bombeiros de Limeira, ministrou voluntariamente na manhã de quinta-feira, dia 25 de julho, o curso “Capacitar para Salvar” na EMEIEF Deputado Laércio Corte, no Jardim Vista Alegre. O objetivo foi preparar os funcionários de escolas municipais para situações como crise de convulsão, ferimentos, trauma, obstrução de vias aéreas e parada cardiorrespiratória, entre outros.

Para a auxiliar geral da escola, Maria José de Souza, a capacitação é de suma importância, uma vez que os servidores lidam com vidas o dia todo. “Muitas vezes nos deparamos com algum tipo de situação e não sabemos como proceder, como perigos com choques elétricos ou até mesmo como ministrar medicamento aos alunos. Dicas simples que fazem toda diferença na hora do socorro”, opina.

A monitora Mariana Letícia da Silva já esteve em uma situação de urgência e precisou pedir ajuda para outras funcionárias da escola. Ela explica que não tinha capacitação e preparo para proceder em caso de convulsão. “Se eu tivesse um treinamento, poderia ter ajudado a criança, e não perderia tempo em chamar outra pessoa para socorrer. Agora sou capacitada e posso agir em casos como este”, diz.

O GCM Campos explica que o projeto voluntário é realizado em dias de folga. A ideia inicial surgiu quando, no Corpo de Bombeiros, recebia muitas ligações de funcionários de escolas. Eles pediam orientações sobre como proceder em casos de urgência. “Com o treinamento, ações simples para enfrentar situações que exigem a prestação de primeiros socorros no ambiente escolar serão resolvidas”, afirma.

As ações devem continuar, pois o intuito é oferecer cursos para toda rede de ensino municipal. Segundo Campos, a capacitação visa levar conhecimento ao educador e, com isso, aumentar a possibilidade de salvar vidas em situações de acidentes. “O ambiente escolar é o local onde passamos boa parte da vida, e o ser humano, por mais cauteloso que seja, está vulnerável a acidentes”, adverte.

Campos ressalta ainda que prestar os primeiros socorros é apenas o primeiro passo, e isso não exclui a importância de um profissional de saúde. “Há situações em que o socorro deve ser imediato, já que nem sempre é possível a chegada da equipe médica de atendimento emergencial nas escolas ou creches da cidade”, exemplifica.

A prestação de socorro é um dever legal, pois se recusar a realizá-la constitui crime de omissão de socorro, previsto no artigo 135 do Código Penal Brasileiro.

Fotos: Michele Pampanin

Texto: Letícia Benetton

 

Educação reúne cerca de mil pessoas em primeiro dia de encontro

As atividades do 2º Encontro de Educadores de Limeira, promovido pela Secretaria Municipal da Educação, tiveram início na manhã de quarta-feira, 24 de julho, no espaço de eventos Spazio Di Roma. O evento reuniu cerca de mil pessoas entre equipes docentes, pedagogas e gestoras das unidades escolares, além de renomados pesquisadores da pedagogia histórico-crítica.

O secretário da Educação, José Claudinei Lombardi, deu início ao encontro enfatizando a importância do apoio de todos os profissionais da pasta para que o nível de excelência seja alcançado. “Precisamos oferecer uma educação de qualidade para que ela cumpra o seu objetivo de educar e formar as novas gerações”, disse. Lombardi ainda compartilhou com os presentes seu desejo de que “a educação pública municipal de Limeira sirva de exemplo para as outras cidades”.

A primeira palestra do dia foi ministrada pela professora doutora Lígia Márcia Martins, que discutiu a questão da educação escolar e a promoção do desenvolvimento psíquico. Ela definiu o professor como uma pessoa que luta pela qualidade do trabalho que disponibiliza para seus alunos. No período da tarde, a professora doutora Ana Carolina Galvão Marsíglia abordou o tema “Pedagogia Histórico-Crítica: dos fundamentos à prática pedagógica”.

 Fotos: Wagner Morente

2º Encontro de Educadores acontece nesta semana

A Secretaria Municipal da Educação promove nestas quarta e quinta-feiras, dias 24 e 25 de julho, o 2º Encontro de Educadores de Limeira. O evento, que terá início às 7h30, acontecerá no espaço de eventos Spazio Di Roma, localizado na rua General Rondon, no Jardim Celina. Equipes docentes, pedagógicas e gestoras das unidades escolares do município foram convocadas para participar do encontro, que objetiva a formação continuada, a capacitação e a melhoria na concepção de ensino dos professores da rede.

Programação:

Quarta-feira (24/07):

7h30 – Credenciamento e café

8h30  – Abertura – Palavra do Secretário Municipal  da Educação, José Claudinei Lombardi

9h – Palestra: “Psicologia Histórico-Cultural e Pedagogia Histórico-Crítica” – Prof.ª Dr.ª Lígia Márcia Martins

10h30 – Debate

12h – Almoço

13h30 – Credenciamento e café

14h – Palavra do Secretário Municipal da Educação

14h30 – Palestra: “Pedagogia Histórico-Crítica: Dos fundamentos à Prática Pedagógica” – Profª Drª Ana Carolina Galvão Marsíglia

16h – Debate

17h – Encerramento

Quinta-feira (25/07):

7h30 – Credenciamento e café

8h30  – Palavra do Secretário Municipal  da Educação

9h – Palestra – “A Docência na Escola Estatal: compromissos técnicos, públicos e políticos” – Prof. Dr. José Luís Sanfelice

10h30 – Debate

12h – Almoço

13h30 – Credenciamento e café

14h – Palavra do Secretário Municipal da Educação

14h30 – Palestra: “Pedagogia Histórico-Crítica e Currículo” – Prof.ª Dr.ª Mara Regina Martins Jacomelli

16h – Debate

17h – Encerramento

 

Serviço:

2º Encontro dos Educadores de Limeira
Data: 24 e 25 de julho (próximas quarta e quinta-feiras);
Local: Spazio di Roma – Rua General Rondon, .2575, Jardim Celina;
Horário: das 7h30 às 17h.

Programa Talentos da Educação ocorreu na última quinta-feira

As atividades do programa Talentos da Educação, realizado pela Fundação Lemann, começaram na quinta-feira, 18 de julho, em São Paulo. As funcionárias Graziele Pedro Bom, da Diretoria de Projetos e Programas, e Sandrine Rossini, da Diretoria de Supervisão Escolar, representaram a Secretaria da Educação de Limeira no evento.

O programa visa fortalecer as equipes das Secretarias Municipais da Educação, contribuindo para a elaboração de projetos inovadores. Representantes de 12 cidades de todo o país acompanharam o desenvolvimento e a implementação de projetos e participaram de três workshops.

A Fundação Lemann é uma organização sem fins lucrativos, criada em 2002 pelo empresário brasileiro Jorge Paulo Lemann. Seu objetivo é formar uma rede de líderes transformadores e contribuir para melhorar a qualidade do aprendizado dos alunos do Brasil.

Conferência da assistência social debate política dos serviços com usuários

A gestão e o financiamento na efetivação do Sistema Único de Assistência Social (SUAS) foi o tema central da IX Conferência Municipal de Assistência Social. O evento, promovido pela Prefeitura de Limeira, por meio do Centro de Promoção Social Municipal (Ceprosom), teve a abertura na quarta-feira, dia 17, e continuou com os debates na quinta, dia 18, quando cerca de 250 pessoas compareceram ao Teatro Nair Bello.

Ana Maria Sampaio, presidente do Ceprosom, explicou que, no passado, o serviço de assistência social era visto como benesse e hoje evoluiu. Segundo ela, existem leis, avaliações, conselhos, conferências e o trabalho realizado em Limeira se desenvolveu muito. “Fizemos nove pré-conferências em diversos pontos da cidade. Demos oportunidade de fala para os usuários e eles sabem informar o que precisam. Eles opinaram se estamos fazendo o trabalho certo”, disse.

A presidente do Ceprosom destacou que, para o próximo ano, será realizado o Plano Municipal de Assistência Social, que terá diretrizes criadas com a ajuda dos usuários, dos trabalhadores e da população. Além do plano municipal, Ana Maria também falou sobre a intenção de criar um concurso público para a inserção de funcionários de carreira no SUAS.

Deise Hadich, presidente do Fundo Social de Solidariedade, ressaltou que as nove pré-conferências foram fundamentais para planejar os aspectos técnicos e a participação ativa dos usuários nestes dois dias de debate. “Este momento deve ser muito respeitado, porque ele é orientador das políticas públicas”, afirmou. “Não se constroem políticas públicas sem o debate com o trabalhador, com o usuário e com o gestor, este é o tripé fundamental”.

A presidente do Conselho Municipal de Assistência Social, Maria Luíza Sterzo Bilato, agradeceu a participação dos usuários durante as pré-conferências e lembrou que isto contribui com a efetivação das políticas públicas da assistência social. “Estamos no tempo do debate coletivo para avançar ainda mais no que conquistamos”, reforçou.

Paulo Hadich, prefeito de Limeira, ressaltou que essas discussões são feitas entre todas as secretarias, e que hoje existe o entendimento de que a promoção social depende da intersetorialidade entre Esporte, Saúde, Cultura, Educação e demais pastas. “Hoje estamos criando políticas públicas de verdade, não somente gerando documentos para enviar para Brasília”, afirmou.

Maria Dias da Silva, 75 anos, orgulha-se em dizer que participou de uma das pré-conferências. De acordo com ela, o trabalho realizado pela assistência social deve apenas ser reforçado. “Todos os colaboradores estão de parabéns”, disse. Sulian Baltazar representou todos os usuários do sistema durante a abertura do evento. Ela acredita que a iniciativa da conferência trará muitas propostas interessantes e contribuirá para a melhoria dos serviços.

Texto: Agnaldo Rodrigues

Fotos: Wagner Morente

Mais de duas mil pessoas são atendidas no primeiro dia de atendimento

A Secretaria Municipal da Habitação realizou o balanço do primeiro dia de atendimento do novo cadastro, o modelo que será utilizado pela pasta a partir da da segunda-feira, 15 de julho. No total, foram 2.444 pessoas atendidas em toda a cidade. Os interessados receberam as orientações necessárias, bem como um protocolo de atendimento para a segunda etapa do cadastro, indicando os documentos necessários para a inscrição.

Pela manhã houve filas nas escolas, no entanto, a equipe de atendimento, formada por servidores da própria Habitação, da Secretaria da Educação e do Centro de Promoção Social Municipal (Ceprosom), ressalta que não é necessário se acumular em filas, pois não há prazo final para realizar o cadastro.

Segue abaixo o número de atendidos em cada escola:

CAIC (Parque N. S. Dores / Abílio Pedro) – 559 pessoas

EMEIEF Maria Ap. de Luca Moore (Jd. Aeroporto) – 610 pessoas

EMEIEF Mauro Vieira (Boa Vista) – 425 pessoas

EMEIEF Waldemar Lucato (Jd. Graminha) – 450 pessoas

EMEIEF Prof. José Paulino (Parque Hipólito) – 400 pessoas

Texto: Liandra Santarosa – Jornalista na Secretaria Municipal de Comunicações

Merendeiras recebem orientação sobre segurança e higiene

A Diretoria de Alimentação e Nutrição da Secretaria da Educação de Limeira, em parceria com a Divisão de Medicina e Segurança do Trabalho, promoveu na última  sexta-feira, 12 de julho, uma reunião com as merendeiras de escolas estaduais do município. O encontro contou com a participação de 90 merendeiras. O objetivo foi promover a capacitação dessas profissionais, discutindo sobre segurança no trabalho, segurança alimentar e higienização. Além disso, os participantes tiveram a oportunidade de conhecer seu novo uniforme de trabalho e prová-lo para que fosse possível realizar as encomendas.

Quem apresentou o uniforme foi o técnico de segurança do trabalho João Paulo Laveira, da Divisão de Medicina e Segurança do Trabalho, explicando a importância de cada item e sua correta utilização. Os novos equipamentos são: calça em brim leve, camiseta, avental de tecido e de PVC (para limpeza), bota, sapato antiderrapante, óculos de proteção, luvas térmicas, de PVC e de aço inox (utilizada para cortar alimentos), touca descartável e touca de tecido.

Para Dirce Inês Gordinho, merendeira da E.E. Profª Maria Aparecida Soares de Lucca, “o uniforme ajuda na prevenção de acidentes de trabalho e, também, de contaminações alimentares e físicas”. No período da tarde, os participantes ainda foram orientados pela técnica em nutrição Edinéia Regina Fernandes quanto à higienização correta de alimentos e da própria merendeira, obedecendo técnicas de segurança alimentar.

De acordo com a técnica em nutrição Taís de Cássia Pires Furlan, é importante haver esse contato entre a equipe de merendeiras e a diretoria. “Para que o trabalho seja realizado com qualidade e perfeição, e para gerar um bom atendimento a cada criança da escola, é necessário que exista a cooperação de todos os envolvidos “, enfatizou. A nutricionista da Diretoria de Alimentação e Nutrição Renata Chinelatto de Campos mostrou interesse em realizar outras capacitações. “Para atualizar cada profissional, o nosso objetivo é focar na renovação do treinamento. Pretendemos realizar uma reunião como essa a cada seis meses”, disse.

Crédito/ Fotos: Wagner Morente

Curso de formação de brigadistas aborda comportamento em incêndios em cobertura vegetal e residência

Cerca de 60 pessoas do poder público e da sociedade civil participaram nesta sexta-feira, 12 de julho, do curso de formação de brigadistas Combate a Incêndio em Cobertura Vegetal, realizado pela Secretaria de Meio Ambiente, Recursos Hídricos e Bioatividades de Limeira, em parceria com o Corpo de Bombeiros.

A parte teórica do curso, ministrado pelo 3º sargento do Corpo de Bombeiros Aribelton Soares de Godoy Júnior, foi apresentada na Secretaria Municipal da Educação. Já a parte prática será executada em local e data a serem definidos.

Funcionários da Defesa Civil, Pelotão Ambiental da Guarda Civil Municipal, Secretaria Municipal de Agricultura, Abastecimento e Apoio à Zona Rural, zoológico, Horto Florestal e Aterro Municipal também participaram do curso, que abordou incêndio na mata e urbano. Cada participante recebeu uma apostila com o procedimento operacional padrão em incêndio florestal. “Ao fazer este curso, a pessoa adquire conhecimentos e sabe avaliar se um ambiente está seguro”, informou o secretário de Meio Ambiente, Alquermes Valvasori.

De acordo com o sargento, o curso aborda comportamentos em casos de princípio de incêndio. “Estão acontecendo muitos incêndios no mundo todo e, com o curso, desenvolvemos um trabalho de prevenção e combate a focos de incêndio”, disse.

Júnior lembrou de incêndios que vitimaram muitas pessoas, como no Edifício Andraus, em 1972, e no Edifício Joelma, em 1974, ambos em São Paulo. O incêndio na Boate Kiss, no Rio Grande do Sul, ocorrido no dia 27 de janeiro deste ano e que matou 242 jovens, também foi lembrado pelo sargento. “Na Boate Kiss, foi feito o projeto, mas não foi realizada vistoria para certificar se o que constava no projeto efetivamente foi executado”, explicou o sargento. “O que mais mata as pessoas ao iniciar um incêndio é o pânico”.

Segundo ele, no site do Corpo de Bombeiros há uma relação de instruções técnicas sobre tudo o que uma construção necessita ter, seja ela uma casa ou indústria, e o bombeiro tem 30 dias a partir do pedido de vistoria para executá-la. “O fato acontece quando a prevenção não existe ou é falha”, ressaltou.

Uma das orientações do sargento é instalar nas residências lâmpadas de emergência, substituindo as velas e lamparinas à base de óleo, que são os maiores causadores de incêndio em casas. Para Júnior, o ideal é que o brigadista trabalhe em equipe. “Brigadista solitário é perigoso. É preciso trabalhar em, no mínimo, duas pessoas, para que uma olhe a outra”.

Mesmo já tendo participado de um curso de formação de brigadistas, a estudante de Gestão Ambiental Jaqueline Agelini, de 25 anos, ouvia atentamente as orientações do sargento. “O primeiro curso que fiz foi focado em incêndios em locais fechados. Já o curso de hoje foca incêndios em matas rasteiras”. Para ela, muitas pessoas erram por não ter o conhecimento adequado de como agir em casos de incêndio.

Texto: Carolina Avi – Jornalista da Secretaria Municipal de Comunicações
Fotos: Wagner Morente

Curso de formação de brigadistas acontece hoje na Educação

Hoje, 12 de julho, a Secretaria Municipal da Educação de Limeira cede espaço para a realização do curso de formação de brigadistas, que acontece na sala 81, a partir das 8h30. Trata-se de uma parceria entre o Corpo de Bombeiros e a Secretaria de Meio Ambiente, Recursos Hídricos e Bioatividades de Limeira.

O curso tem como objetivo o combate a incêndios em cobertura vegetal e será ministrado pelo 1º sargento da Polícia Militar Everaldo Sinésio dos Santos, que atua no Corpo de Bombeiros do Estado de São Paulo.