Atribuição de Classes 13 e 14/11/2014

ENSINO FUNDAMENTAL
Unidade Escolar Tipo Classe Período tipo de afastamento
EMEIEF CLARA MONZONI LANG, PROFª EF 3º ANO MANHÃ LIC.PRÊMIO ATÉ 19/12/14
EMEIEF CLARA MONZONI LANG, PROFª EF 4º ANO MANHÃ LIC.PRÊMIO ATÉ 19/12/14
EMEIEF BENEDICTA DE TOLEDO, PROFª EF 5º ANO B TARDE PROF.AFAST.PROJETO LEGO
EDUCAÇÃO FUNDAMENTAL
Unidade Escolar Tipo Classe Período ESPECIALIDADE Nº de aulas
EMEIEF MÁRIO DE SOUZA QUEIROZ FILHO EF 1º ANO B TARDE ARTES 3
EMEIEF MÁRIO DE SOUZA QUEIROZ FILHO EF 2º ANO B TARDE ARTES 3
EMEIEF NESTOR MARTINS LINO EF 1º ANO 2 TARDE ARTES 3
EMEIEF NESTOR MARTINS LINO EF 1º ANO 3 TARDE ARTES 3
EMEIEF NESTOR MARTINS LINO EF 2º ANO 3 TARDE ARTES 3
EDUCAÇÃO INFANTIL
Unidade Escolar Tipo Classe Período ESPECIALIDADE Nº de aulas
CI CLAUDINOR JOSÉ CARDOSO JÚNIOR EI M II A MANHÃ ARTES 2
CI CLAUDINOR JOSÉ CARDOSO JÚNIOR EI M II A MANHÃ ED.FÍSICA 3

Seminário debate alfabetização de qualidade em Limeira

Educadores da rede municipal de Limeira reuniram-se para debater as ações do Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa (PNAIC) durante um seminário realizado pela Prefeitura de Limeira, por meio da Secretaria de Educação, no Teatro Nair Bello, neste sábado, 8 de novembro. O PNAIC desenvolve ações que contribuam para o debate acerca dos direitos de aprendizagem das crianças do ciclo de alfabetização.

 

O pacto também ajuda os educadores nos processos de avaliação e acompanhamento da aprendizagem das crianças, no planejamento e avaliação das situações didáticas, inclusive no conhecimento e uso dos materiais distribuídos pelo Ministério da Educação, que objetiva a melhoria da qualidade do ensino no ciclo de alfabetização.

 

O prefeito Paulo Hadich e o secretário de Educação, José Claudinei Lombardi, participaram do encontro que contou com aproximadamente 300 professores da rede municipal. Hadich parabenizou os educadores pelo empenho e destacou que outros municípios estão citando Limeira como sendo referência neste trabalho. “Sabemos que educação é um desafio para todos, e investir em educação é um trabalho de longo prazo, mas só assim teremos uma educação de qualidade em nossa cidade”, disse.

 

Lombardi reiterou que este é um compromisso de toda rede municipal em busca da qualidade na educação e explicou que o problema atinge todo Brasil. “Em decorrência deste problema houve o chamamento de todos os gestores para assumir o pacto”. O secretário elogiou os educadores e disse que sente muita satisfação pelo envolvimento dos professores que estão trabalhando o pacto dentro da sala de aula.

 

A coordenadora do PNAIC, Adriana Dibbern Capicotto, também destacou o empenho e a união do grupo. A diretora pedagógica, Luciana Coutinho, falou dos resultados que estão sendo percebidos dentro das salas de aulas e que isto mostra que todo o esforço valeu a pena.

 

O pacto surgiu com o objetivo de garantir o direito de alfabetização plena para as crianças até o 3º ano do ciclo de alfabetização. Ele é um acordo formal assumido pelo governo federal, estados, municípios e entidades. As ações do pacto são apoiadas em quatro eixos: formação continuada presencial para professores alfabetizadores e seus orientadores de estudo; materiais didáticos, obras literárias, obras de apoio pedagógico, jogos e tecnologias educacionais; avaliações sistemáticas e por último a gestão, controle social e mobilização.

 

O seminário contou com a palestra “Raciocínio lógico-matemático: compreender, investir e transformar”, ministrada pelo professor Jeferson Anibal Gonzalez.

Jornalista: Agnaldo Rodrigues

Créditos: Wagner Morente

DSC_4066A DSC_4033A DSC_4042A DSC_4046A

 

 

 

Alunos de Limeira são premiados em projeto socioambiental

A escola Tenente Aviador Ary Gomes do Castro, e as escolas rurais, Angelo Biasotto e Bairro dos Lopes, desenvolveram com os alunos um projeto ambiental, em parceria com a empresa Coopercitrus, por meio do programa DuPont na escola. O programa tem como objetivo desenvolver a conscientização dos estudantes, filhos de agricultores, para que eles sejam multiplicadores dos conhecimentos sobre as boas práticas agrícolas com os familiares e a comunidade onde vivem. A premiação dos melhores trabalhos de redação e desenho ocorreu nesta sexta-feira, 7 de novembro, na Tenente Aviador Ary Gomes.

 

A diretora da escola, Ana Maria Spagnol Trevisol, destacou que a conscientização dos estudantes deve contribuir para promover o crescimento sustentável da atividade agrícola de seus familiares e comunidade. “Firmamos esta parceria com a intenção de desenvolver cidadania e a mentalidade de preservação do meio ambiente nos possíveis futuros agricultores, além de contribuir para o aprendizado da segurança e saúde do trabalho”, salientou.

 

Para desenvolver as atividades com os alunos, a coordenadora pedagógica Ariane Cristina Gatti Cavina explicou que foram realizadas palestras educativas e concursos de redação e desenho para despertar o interesse dos alunos. “O entendimento sobre as boas práticas desenvolvidas na agricultura pode contribuir para a conscientização dos estudantes”, destacou.

 

Maria Clara de Almeida Assumpção, de 10 anos, vencedora na categoria redação, contou que foi uma surpresa ser uma das vencedoras. Segundo ela, aprender sobre agricultura foi bem interessante. “Eu não esperava que fosse ganhar. Se eu fosse uma agricultora, cuidaria muito bem das plantas. Pude aprender qual o trabalho dos agricultores. Foi muito legal”, comentou.

 

O aluno Erik Silva Santos, 12 anos, vencedor na categoria desenho, relatou que a inspiração para fazer o desenho surgiu quando observou o trabalho desenvolvido pelos agricultores. “Eu desenhei um agricultor em um pomar de laranja. Foi muito importante aprendermos sobre a conservação e o cuidado com as plantas”, salientou.

 

Vitor Cremonesi B. da Silva, 9 anos, explicou que para desenvolver a redação ele se inspirou no filme apresentado duranbte as palestras educativas. “O filme mostrava os agricultores trabalhando, cuidando das plantas. Mas, o que mais chamou a minha atenção foi a roupa que os agricultores usavam para trabalhar”, disse.

 

Os engenheiros agrônomos das empresas parceiras, João Batista de Mendonça e Celso José Silva, premiaram com bicicletas os seis vencedores representados pelas três escolas municipais.

 

A aluna Beatriz Alves Mota, da escola Ângelo Biasotto, conquistou o primeiro lugar na categoria desenho. O segundo lugar na categoria desenho foi conquistado pelo aluno da escola Bairro dos Lopes, Luan Henrique Bernardo dos Santos. O aluno Erik Silva Santos, da escola Tenente Aviador, ficou com o terceiro lugar na categoria.

 

Na categoria redação, o primeiro lugar foi conquistado pela aluna Mariana Lemos de Oliveira, da escola Bairro dos Lopes; o segundo lugar ficou para a aluna, Maria Clara Almeida Assumpção, da escola Tenente Aviador; o aluno Vitor Cremonese Bernardo da Silva, também da escola Tenente Aviador, ficou com o terceiro lugar.

 

Projeto

 

O projeto DuPont na Escola faz parte da plataforma Segurança e Saúde no Campo, que concentra investimentos da companhia em 5 programas especiais, todos focalizados no uso correto e seguro de defensivos agrícolas e na preservação do meio ambiente. A iniciativa é liderada pela área de Stewardship (Segurança de Produtos e Meio Ambiente) da empresa.

 

Voltado para crianças de escolas rurais e municipais com idades entre 7 anos e 10 anos, o projeto tem o intuito de incentivar a produção de textos e trabalhos artísticos e busca a valorização da vida no campo e o papel central desempenhado pelo agricultor na segurança alimentar dos brasileiros. As escolas participantes recebem computadores e impressoras doados pela empresa DuPont.

 

Segurança e saúde no campo

 

O projeto DuPont na Escola é um dos cinco projetos especiais voltados ao uso correto e seguro de defensivos agrícolas, sob a plataforma segurança e saúde no campo. Todos têm o objetivo de difundir boas práticas agrícolas. Mais de 1 milhão de pessoas em todo Brasil já foram treinados nos últimos 10 anos.

 

DSC_2709A DSC_2557A DSC_2584A DSC_2601A DSC_2646A DSC_2653A DSC_2676A DSC_2699AJornalista: Vanessa Ferreira

Créditos: Vanessa Ferreira

 

Alunos de Limeira comemoram o dia do livro com atividades pedagógicas

A escola municipal Professora Benedicta de Toledo, localizada no bairro Parque Hipolito, realizou um evento em comemoração ao Dia do livro. Durante os trabalhos os alunos desenvolveram atividades estabelecidas no currículo pedagógico da Secretaria de Educação, voltadas à prática da leitura, com o objetivo de aprimorar e despertar o interesse sobre os livros, sobretudo, a leitura. O evento ocorreu dia 29 de outubro, na unidade escolar.

 
O evento contou com a presença do secretário de Educação, José Claudinei Lombardi, e da assessora executiva da pasta, Isabel Cristina Rossi Mattos. Os poetas da Sociedade Literária Limeirense (SOLL), Otacílio Monteiro, Zenaide Elias, Silvia Pedron e Alessandra Franco, também estiveram presentes. A bibliotecária da escola, Maria Luzia Paixão, coordenou o evento.

 
De acordo com a diretora, Graziela Casciano Milanesi, no mesmo dia também foi apresentado o livro “Verso Amigo”, uma antologia em que participaram autores de Limeira e Iracemápolis. “Durante alguns dias nossos alunos ensaiaram peças de teatro, jograis, poesias e musicais. Eles utilizaram da criatividade e muita leitura em textos que abrilhantaram todas as apresentações”, relatou.

 
Graziela destacou que com o projeto foi possível mostrar aos alunos que através do livro é possível viajar e conhecer lugares verdadeiros ou imaginários. “Basta ter contato com o mundo da leitura, que podemos aumentar nossa criatividade e enriquecer nossos conhecimentos”, frisou.

 
Os autores da SOLL presentearam a escola com uma doação de livros dos autores da entidade.

 

Jornalista: Vanessa Ferreira

IMG_8213 IMG_8126 IMG_8178 IMG_8187 IMG_8197

 

Alunos da rede municipal são medalhistas da OBA

A Prefeitura de Limeira, por meio da Secretaria de Educação, premiou os 69 alunos das sete escolas da rede municipal que participaram da XVII Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica, OBA 2014. Este ano o número de medalhistas e escolas participantes aumentou consideravelmente. As escolas municipais foram contempladas com 30 medalhas de bronze, 32 medalhas de prata e 7 de ouro. Em 2013 a rede municipal conquistou uma medalha de bronze, uma medalha de prata e duas medalhas de ouro. A cerimônia de premiação ocorreu ontem, 6 de novembro, no Teatro Nair Bello.

Foram 126 alunos de Limeira que receberam medalhas, destes, 69 pertencem à rede municipal. Para abarcar mais da metade das medalhas, os alunos estudaram temas ligados à astronomia e astronáutica, fazendo provas e realizando experimentos.

Conforme o secretário da educação, José Claudinei Lombardi, este número mostra o quanto a educação pública municipal está melhorando a qualidade de ensino. “Foi um momento privilegiado, com alunos, professores, diretores, pais e familiares, felizes pela conquista obtida”. Lombardi também destacou que este é mais um momento de coroamento do esforço por uma educação pública de qualidade, na qual os alunos tenham domínio do conteúdo dos saberes científicos, artísticos e culturais desenvolvidos pela humanidade. “Foram momentos intensos de envolvimento dos alunos no estudo de conteúdos de diferentes áreas e que são base para a astronomia” destacou o secretário.

 

Os alunos medalhistas da escola Noedir Tadeu Santini, da diretora Susana Dias, foram: Estefany de Oliveira, Júlia Silveira do Santos, Kellen Eduarda Santos Melo, Katellyn Maise Ferrari de Sousa e Luiz Gustavo de Queiroz Dias. Cada aluno recebeu uma medalha de bronze. Os alunos Guilherme Modesto Severino e José Henrique Aparecido Rodrigues Damico foram premiados com medalhas de prata.

 

A escola municipal Professor Creso de Assumpção Coimbra, da vice-diretora Claúdia Regina Bonina, teve os alunos medalhistas, Vinícius Amaro Brandão Santos, que recebeu uma medalha de bronze; Gabriel Ramos Colaco, Matheus Patriazi Verzola de Oliveira e Miguel Henrique Sthal, cada um recebeu uma medalha de prata e a aluna Julia Godoy Pereira foi premiada com a medalha de ouro.

 

Na escola Prada, da vice-diretora, Ana Lídia de Sousa Rufino, a medalhista foi a aluna Giovanna de Oliveira, que recebeu uma medalha de bronze. A escola Pastor Ismael Pereira Lago, da diretora Nilselena Cardoso Zavatieri, os alunos Gabriel Moreira da Silva, Julia Feres de Oliveira, Thiago Fernando da Silva, receberam, cada um, uma medalha de prata. Já, os alunos Heloisa Granço Basso e Leonardo Moreira da Silva receberam a medalha de ouro.

 

A escola Maria Apparecida de Luca Moore, da diretora Adriana Ijano Motta, também teve alunos premiados na OBA. Os alunos Ana Luiza dos Santos Silva, Gabriela Souza Nascimento, Grazielle Vitoria Lopes Santana, Heloisa Cardoso da Silva, Kawane Nenira Monteiro, Matheus Eduardo Lima, Matheus Henrique Souza Martins e Vitor Hugo Pereira Vilela, conquistaram uma medalha de bronze. Os alunos Bianca Vieira da Luz, Brenno, Dirceu Burger, Carlos Eduardo Fuso, Felipe Gabriel Conrado Ferreira, Karoliny Victoria Ramos dos Santos, Kauan Danilo Camargo da Graça e Vitoria Beatriz Cardozo, receberam, cada um, duas medalhas de bronze. Já, os alunos, Ana Júlia Pascotto de Campos, Ana Vitória dos Santos e Eliandro Souza Nogueira, Isabely Ribeiro de Melo, Julia Aparecida de Andrade, Nikolly Gabrielly de Oliveira, Victor de Carlos Pereira, Victor Guilherme da Silva e Wesley Vendrame Lisboa, receberam duas medalhas de prata, cada um. Branca Pizani, Daiany Gabrielly Maestrello, Eloa Faber da Luz e Gabriel de Oliveira Bernardi, Gabriela Gomes, Gabriela N. Almeida, Giovana Ramos de Oliveira, Karen Gabrielly Roque Domingos, Maria Eduarda do Nascimento Augusto, Phelipe Silva Lopes Araújo e Samuel Gonçalves Miranda, receberam uma medalha de prata, cada um. Os alunos Reinaldo Gabriel de Oliveira e Vitor Kauã Carvalho, receberam, cada um, uma medalha de ouro.

 

A competição é organizada anualmente pela Sociedade Astronômica Brasileira (SAB), em parceria com a com a Agência Espacial Brasileira (AEB). Este ano, 2014, o evento reunião 772.257 mil alunos, de quase 9 mil escolas de todo o Brasil. A OBA é aberta à participação de escolas públicas ou privadas, urbanas ou rurais, sem exigência de número mínimo ou máximo de alunos, os quais devem preferencialmente participar voluntariamente.

 

Os alunos receberam um certificado de participação impresso com o seu nome e tipo de medalha recebida. Todos os diretores e professores também receberam certificados, a escola participante do concurso recebe um certificado personalizado.

 

Jornalista: Vanessa Ferreira

Créditos: Wagner Morente.

DSC_2486a DSC_2321a DSC_2325a DSC_2349a DSC_2357a DSC_2359a DSC_2360a DSC_2364a DSC_2374a DSC_2379a DSC_2396a DSC_2419a DSC_2422a

Convênio beneficia mais 22 escolas da rede municipal de ensino

O Programa Dinheiro Direto da Escola Municipal (PDDEM) contemplou mais 22 unidades da rede municipal de Limeira. A assinatura do convênio ocorreu nesta quarta-feira, 29 de outubro, em três escolas, reunindo diretores dos outros estabelecimentos de ensino. O programa tem a finalidade de prestar assistência financeira, em caráter suplementar, às escolas públicas da educação básica, dando suporte para a melhoria da infraestrutura física e pedagógica das escolas.

 

O prefeito Paulo Hadich explicou aos gestores que para se fazer a assinatura do convênio foram observados todos os detalhes. Isto ocorreu, inclusive, com a capacitação dos profissionais envolvidos no processo. “Nosso objetivo é que todas as escolas tenham o mesmo padrão de gestão”, frisou.

 

Para o secretário de Educação, José Claudinei Lombardi, o repasse significa a democratização e também proporciona a possibilidade dos gestores darem continuidade aos trabalhos. “Este é um momento de extrema importância para todos nós, mas, principalmente, para todas as escolas da rede. O programa se tornou realidade”, destacou.

 

Hadich disse que o repasse, quando realizado diretamente com o gestor da unidade escolar, vale muito mais. E que dessa forma será utilizado da melhor maneira possível. “Mas a troca de experiência entre o poder público, os gestores e a APM (Associação de Pais e Mestres) é imprescindível para que o dinheiro seja aplicado da melhor forma possível”, informou.

 

Segundo o prefeito, a atual gestão tem o objetivo de acabar com a dificuldade de repassar de forma correta o dinheiro às escolas. Sendo assim, existe a necessidade de os pais estarem em sintonia com tudo que envolve a escola, principalmente com a gestão da unidade. “Não temos que só fazer bem feito. Temos que sempre fazer da forma correta”, reiterou Hadich.

 

A assinatura de convênio do programa terá mais uma etapa com as escolas restantes, assim todas as unidades da rede municipal serão contempladas. Até o momento 51 escolas assinaram o repasse.

 

Jornalista: Vanessa Ferreira

Créditos: Wagner Morente

DSC_9688a DSC_9374a DSC_9408a DSC_9534a DSC_9550a DSC_9612a DSC_9678a

Escola de Limeira trabalha paisagens e lateralidade em projeto interdisciplinar

Os alunos do 2º ano 2, da escola municipal, Professor Noedir Tadeu Santini, localizada no bairro Parque Nossa Senhora das Dores, realizaram ontem, dia 28 de outubro, a apresentação e a exposição do projeto interdisciplinar, que trabalhou as diferentes paisagens, identificando as características do campo, da floresta e da cidade.

 

A professora da turma, Sheila A. Brasil Farias, o foco do trabalho foi trabalhar a localização espacial, o trabalho com figura geométricas e valorização da identidade de cada um. “Ao estudar as diferentes paisagens, os alunos deveriam identificar o que é bom e o que é ruim de cada um dos locais estudados. A história de vida de cada um é que iria determinar a construção das paisagens construída por cada aluno”, destacou.

 

Sheila informou que o trabalho está sendo desenvolvido desde de maio, com a participação efetiva dos alunos.” As crianças trouxeram embalagens de produtos recicláveis para desenvolver a maquete , mostrando o que cada um entendeu sobre as características do campo, da floresta e da cidade”, frisou.

 

Além das paisagens, neste projeto também foi possível desenvolver a lateralidade, ou seja, definição do lado direito e do lado esquerdo, por meio de canções infantis.

 

Para a aluna, Kauany Gabrielli Lima das Neves, de 8 anos, o trabalho trouxe bastante conhecimento, mas a energia eólica foi a que mais chamou a sua atenção. “A energia eólia serve para extrair a energia elétrica, como acender as luzes. Tudo foi muito importante e divertido”, destacou.

 

Nicolas dos Santos Souza, também de 8 anos, o trabalho foi possível de ser realizado, porque teve a participação de todos, aprender sobre o ar, foi o que ele mais gostou. “Todos nós com a ajuda da professora Sheila, desenvolvemos o trabalho, aprendemos bastante com esse projeto”, salientou.

 

Os alunos Vitor Raul Moraes Peixoto e Natan Henrique Nascimento Pinto, destacaram as curiosidades da floresta e do campo. “O que eu mais gostei foi fazer atividades que envolviam a floresta. Aprendi que as árvores em volta do rio deixa ele mais limpo. Não podemos causar poluição nos rios para que podemos consumir água limpa”, informarão os alunos.

 

Para Giovanni Alves Freitas e Lohany Alves Simplício, a cidade despertou várias curiosidades. “Devemos preservar a nossa cidade e não jogar lixo no chão. Na cidade há muitas casas e sinais de trânsito que de vemos respeitar, além de não buzinar próximo aos hospitais”, declaram.

 

O campo também foi lembrado pelos os alunos Gabriel Valdir da Silva e Lukas Pereira, como um assunto importante, já Lukas também lembrou sobre a lateralidade que aprenderam. “ No campo há poucas casas, mas há mais natureza e principalmente, muitos animais que devemos cuidar. Aprendemos omo identificar o lado direito e o lado esquerdo, foi muito divertido”, destacaram as crianças.

 

A apresentação de todos os trabalhos foi realizado com a presença dos pais, que tiveram participação importante e efetiva para a realização do projeto.

 

Jornalista: Vanessa Ferreira

Créditos: Michele Pampanin.

DSC_2606a DSC_2556a DSC_2584a DSC_2588a DSC_2594a

 

 

Hadich acompanha atividades desenvolvidas em centro infantil

O Centro Infantil José Reinaldo Ribeiro Brugnaro, do bairro Jardim Brasil, recebeu a visita do prefeito Paulo Hadich, que foi acompanhar os trabalhos realizados e conversou com a equipe da unidade escolar sobre a estrutura do local. No encontro, que ocorreu nesta terça-feira, 28 de outubro, o prefeito também foi convidado para participar da formatura dos alunos que será realizada em dezembro deste ano.

 

O prefeito foi recebido pelas crianças e passou momentos descontraídos, com muitos sorrisos e brincadeiras. Um fato bastante curioso chamou a atenção, a escola é conhecida por ter vários irmãos gêmeos, no total, são cinco.

 

De acordo com a diretora, Araciana Rovai Cardoso Dalfré, a escola existe há quase 40 anos e recebe crianças de aproximadamente 60 bairros da cidade. Na oportunidade da visita, todos os servidores do centro infantil também conversaram com prefeito.

 

Jornalista: Vanessa Ferreira
Créditos:Michele Pampanin.
DSC_2320a DSC_2390a DSC_2030a DSC_2075a DSC_2078a DSC_2093a DSC_2122a DSC_2167a DSC_2192a DSC_2194a DSC_2203a DSC_2214a DSC_2247a DSC_2286a

 

Escola de Limeira orienta mães sobre a prevenção do câncer de mama

A escola municipal Professora Maria Paulina Rodrigues Provinciatto, do bairro Novo Horizonte, realizou o fechamento da campanha Outubro Rosa. O evento ocorreu na última sexta-feira, 24 de outubro, e teve o intuito de orientar as famílias da comunidade escolar quanto à importância da prevenção contra o câncer de mama.

 

Na semana de 20 à 24 de outubro, os alunos do berçário ao 5º ano levaram para as casas diversos cartões, bexigas com mensagem, panfletos com o passo a passo do autoexame e cartazes confeccionados por eles com o apoio das professoras, além de recitarem poemas sobre o tema tratado.

 

“Nossa intenção foi alertar as mulheres, especialmente as mães da comunidade local sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de mama. O trabalho foi muito elogiado pelas mães, e muitas relataram que desconheciam o modo correto de se fazer o autoexame”, informou a diretora, Daiane dos Santos.

 

Ainda de acordo com Daiane, os alunos também compreenderam a importância da prevenção e detecção precoce do câncer de mama. Como forma de homenagear todas as mulheres e fixar essa data para os alunos, neste dia todos os funcionários da unidade escolar foram trabalhar com roupa cor-de-rosa e receberam de presente um laço símbolo da Campanha.

Jornalista: Vanessa Ferreira
Créditos: Divulgação
Fotor01024204616 2 3 DSC09966

Escola de Limeira encerra projeto com livro de poesias

O encerramento do projeto Lítero-Cultural “Vinícius de Moraes”, desenvolvido com os alunos do 3º e 4º anos da escola Professora Maria Madalena Vasconcellos da Silva, foi marcado pela desenvolvimento de um livro chamado “O lugar onde vivo”. A intenção do projeto literário foi despertar o interesse dos alunos pela leitura, por meio das poesias do autor. O lançamento do livro e o encerramento do projeto ocorreram na última sexta-feira, 24 de novembro, com a participação dos pais.

 

“Formar cidadãos críticos é o nosso maior objetivo”, frisou a professora e idealizadora do projeto, Maria do Carmo Ramos. Ainda, de acordo com Maria do Carmo, foi proposto neste projeto que a literatura na escola fosse instrumento fundamental para o processo educacional. “Cada etapa do produto estava atrelada ao projeto. O livro é o resultado de todo o trabalho desenvolvido”, destacou.

 

Cerca de 200 alunos participaram do projeto que buscou trabalhar os poemas do poeta Vinícius de Moraes em diversas formas de apresentação.

Jornalista: Vanessa Ferreira

Créditos: Wagner Morente.

DSC_8303a DSC_8262a DSC_8267a DSC_8274a DSC_8279a DSC_8292a