Alunos do ProJovem Urbano visitam faculdade em Limeira

Alunos do Programa Nacional de Inclusão de Jovens (ProJovem Urbano) de Limeira visitaram a Faculdade Anhanguera na última quarta-feira, 30 de abril. A visita teve o objetivo de estreitar a parceria com a instituição de ensino e para os alunos do projeto adquirirem mais experiências na formação técnica geral (FTG), na área de qualificação profissional. Eles também poderão se cadastrar e usar a biblioteca da instituição.

De acordo com a coordenadora geral do ProJovem Urbano, Jacqueline Soares de Lima Dias, e a Assistente Pedagógica, Silvani Rabelo Anael, durante o encontro foram adquiridos diversos conhecimentos técnicos específicos e de orientações profissionais que poderão ser usados em qualquer tipo de trabalho e até mesmo servir de referência para diferentes atividades profissionais.

A coordenadora enfatiza que na FTG abordam-se exemplos, como: aspectos de organização da produção, planejamento, programação e controle.

“É importante frisar que o passeio dos alunos abordou de forma específica a visita à biblioteca da faculdade, onde a articulação entre os conteúdos estabeleceu novos sentidos, valorizando, assim, as individualidades e a bagagem de memórias dos alunos, estimulando novos sentidos e experiências, dinamizando as ações de leitura, bem como de desenvolvimentos de aprendizagem dos protagonistas e suas reflexões de forma coletiva”, explica.

Jornalista: Vanessa Ferreira

Créditos: Divulgação

PROJOVEM Projovem_1 Projovem_2

 

Alunos de Limeira participam do Projeto Ciência na Escola

A Prefeitura de Limeira, por meio da Secretaria de Cultura, levou para a Emeief Pe. Maurício Sebastião Ferreira o projeto Ciência na Escola nestas terça e quarta-feira, 29 e 30 de abril. A iniciativa levou aos estudantes do 4º e 5º ano do ensino fundamental uma visão prática da teoria vista em sala de aula. O diretor do Centro de Ciências de Limeira, José Carlos Neres de Assis, conta que o projeto irá auxiliar os alunos que participarão da Olimpíada Brasileira de Astronomia (OBA).

Foram exibidos no Planetário dois tipos de filmes, com 30 minutos de duração. O primeiro coloca o aluno na posição de viajante espacial pelo sistema solar, com paradas nos planetas e explicações sobre sua atmosfera e solo, enquanto o segundo conta ao aluno a história de uma noite, explicando tudo o que acontece no céu do entardecer ao amanhecer.

Assis explica que o evento é uma parte do projeto Ciência na Escola, que disponibiliza os materiais do Centro de Ciências para feiras estudantis, cedendo os equipamentos de acordo com o conhecimento dos alunos. “Assim que atendermos às necessidades de uma escola, transferimos os equipamentos para outras partes da cidade”.

Para a diretora da escola, Tânia do Amaral, é uma oportunidade única, que possibilita às crianças um momento de interatividade, despertando a curiosidade e interesse. Para ela, esse contato com o planetário é um ganho para o aprendizado dos alunos. “É maravilhoso que eles possam ver na prática a teoria passada em sala de aula.” O planetário não caiu nas graças apenas da diretora. A aluna Bruna Karine contou que se divertiu com a aula prática. Sua colega, Gabriela Lino, completou: “a aula foi muito legal e ajudou a entender melhor o que vimos em sala”.

O planetário tem capacidade para até 35 alunos. A próxima escola que receberá o equipamento será a Emeief Prof. Noedir Tadeu Santini, no Parque Nossa Senhora das Dores, que também irá participar da OBA.

Estagiário: Gabriel Bordin

Créditos: Michele Pampanin

DSC_7700a DSC_7707a

 

Escola desenvolve projeto para contar a história aos alunos

A Emeief Professor Noedir Tadeu Santini introduziu no currículo pedagógico da escola o projeto Linha do Tempo, com o tema “Linha do Tempo da Escola”. O projeto já faz parte do novo currículo desenvolvido pela equipe pedagógica da Secretaria de Educação de Limeira. O trabalho foi desenvolvido pelos alunos do 2º ano do ensino fundamental e nesta terça-feira, 29 de abril, foi realizada a apresentação do projeto para as diretoras da rede municipal que passaram pela escola desde sua inauguração. O objetivo do projeto foi trabalhar a história da escola com as crianças, de forma que se valorizasse todo o trabalho desenvolvido na escola até hoje.

De acordo com a professora e idealizadora do tema, Vanessa Carolina Fernandes, a ideia do projeto partiu do próprio currículo que estabelece trabalhar a linha do tempo e a identidade com os alunos, ou seja, que eles tenham relação de identidade com a escola.

A professora conta que foram dois meses trabalhados em sala de aula para a elaboração do projeto. Foram levantados quatro fatos marcantes da escola, como: a fundação em 1990; em 1998, a mudança da escola para o ensino fundamental (foi a primeira escola municipal a oferecer o ensino fundamental); em 2002, a mudança do nome de João de Barro, para Noedir Tadeu Santini e, em 2009, a reinauguração após a reforma.

“O primeiro passo foi conhecer a organização e estrutura da escola. Com isto, vieram as dúvidas e questionamentos das crianças. Foi um trabalho muito rico, tanto para mim quanto para os alunos”, explica Vanessa.

Ainda de acordo com a professora, desde a elaboração do projeto até a produção do material, com fotos, os alunos realizaram pesquisas na Secretaria de Educação e Biblioteca Municipal.

“A intenção do trabalho é que tudo fosse produzido pelos próprios alunos, inclusive o convite para as diretoras que passaram pela escola para participarem da apresentação do trabalho”, conta.

Cheios de curiosidades, os alunos, mediados pela professora Vanessa, realizaram uma apresentação com um texto sobre a escola. Depois ouviram as histórias contadas pelas diretoras convidadas e as encheram de perguntas.

Vanessa destaca o envolvimento das crianças, da coordenação pedagógica, da diretora e de todos que contribuíram para o projeto.“O projeto tomou uma proporção muito grande. As pessoas traziam fotos e informações sobre a escola, foi muito positivo”, declara.

Jornalista: Vanessa Ferreira

Créditos: Divulgação

1554637_712352158806566_5246249471766639046_n 1620917_712350955473353_1508946763861811030_n 10151963_712353738806408_5691700737464450885_n 10155054_712351475473301_6989420298303529602_n 10269621_712353395473109_7194831779985846439_n 10297565_712352838806498_5448077420063899094_n

Emoção marca cerimônia de entronização em Limeira

A professora Evangelina Mauro, envolvida na fundação dos Patrulheiros em Limeira, foi entronizada como patronesse da escola municipal do bairro Antonio Simonetti. A cerimônia realizada pela Prefeitura de Limeira aconteceu no sábado, 26 de abril, com a presença de professores, alunos, parentes da homenageada, autoridades municipais e ex-patrulheiros.

O prefeito Paulo Hadich, ex-presidente da instituição, hoje chamada de Centro de Aprendizado Metódico e Prático de Limeira (CAMPL), ressaltou o trabalho realizado pelo CAMPL. Ele falou sobre os diretores e presidentes de grandes empresas da cidade que começaram como guardinhas e galgaram estes cargos. Porém, Hadich destacou que o projeto não tem o objetivo principal de fazer o encaminhamento para o mercado de trabalho, mas de criar valores e formar cidadãos.

“O CAMPL trabalha valores como ética, respeito e fortalecimento dos vínculos familiares, por isso temos a frase ‘Criando oportunidades, construindo vidas’ escrita no muro da instituição”, disse.

Ainda segundo o prefeito, a escolha do nome para escola do bairro Antonio Simonetti presta uma justa homenagem a Evangelina Mauro, que norteou os princípios de muitos adolescentes e permitiu florescer em cada um o cidadão que já existia.

A Lei nº 5.241, de 3 de janeiro deste ano, do vereador Jorge de Freitas, dá o nome da professora Evangelina para a escola. Durante o evento, Freitas lembrou o dia em que conversou com Hadich sobre a criação da lei de entronização. “O prefeito ficou emocionado com a proposta e se colocou à disposição para ajudar nesta homenagem.”

Diretora da escola, Neuseli de Queiróz Venâncio destacou que sempre esperou que a unidade recebesse um nome. Quando soube da história de Evangelina Mauro, durante conversa com os ex-patrulheiros, ficou impressionada com a dedicação da professora. “A nossa escola tem o compromisso de seguir os mesmo princípios passados por Evangelina”, afirmou.

Sobrinha da homenageada, Doroteia Mauro Vieira, emocionada, citou a tia e lembrou o carinho com que a Evangelina tratava a todos. “A tia plantou uma semente de amor que é uma bússola para muitos adolescentes. Ficamos felizes em saber que este trabalho foi multiplicado”, disse.

Alunos da escola Evangelina Mauro apresentaram danças e uma peça de teatro com tema voltado para a conscientização da comunidade sobre os riscos da dengue.

Jornalista: Agnaldo Rodrigues

Créditos: Michele Pampanin

DSC_5873a DSC_5900aa

 

 

Monitoras da rede recebem capacitação de profissionais da APAE

A Prefeitura de Limeira, por meio da Secretaria de Educação, está promovendo a capacitação das monitoras responsáveis pela saúde das crianças dos Centros Infantis e Ceiefs coordenadas pela comissão “Promoção da Saúde” do serviço social da educação. A intenção é aprimorar o sentido de cuidar e ensinar, com critérios pedagógicos, as crianças da rede municipal de ensino.

A palestra realizada em 16 de abril foi ministrada pelas profissionais da APAE, a psicóloga Luciana Benediti Lavoura e a assistente social Uiara Walquiria Welk. O tema abordado foi: “Marcos do Desenvolvimento Infantil e Estratégias de Estimulação”. Na ocasião, foi destacada a importância do desenvolvimento neuro psicomotor que envolve todas as áreas: motora grossa, motora fina, linguagem, adaptativa, cognitiva, pessoal e social. Isto ocorre em todas as fases, recém-nascido, 3º mês, 6º mês, 9º mês, 1º ano de vida, 1 ano e 6 meses, 2 anos e 3 anos, bem como da estimulação necessária para atingir cada etapa do desenvolvimento, isto é, o que se espera em cada fase.

A coordenação do departamento do serviço social informa que a próxima capacitação ocorrerá no dia 20 de maio, na secretaria da educação.

Jornalista: Vanessa Ferreira

Créditos: Divulgação

10153108_709425532432562_7868347611420922525_n 10247418_709425862432529_3157031389819351198_n 10247506_709425705765878_6746411530648509521_n 10303782_709425602432555_2554631309147077511_n

 

Educação inaugura sala de contação de histórias

A Prefeitura de Limeira, por meio da Secretaria de Educação, inaugurou nesta semana a sala de contação de histórias “Recanto das Histórias”. A cerimônia de abertura aconteceu no Teatro Nair Bello, com apresentação de dança dos alunos da Emeief Maria Apparecida de Luca Moore, da Fanfarra da APAE, além de contação de histórias com a Cia Xekmat e com as contadoras da secretaria, Mara Bello e Amanda Hergert Straliotto. O objetivo é proporcionar aos alunos da rede municipal mais acesso à leitura.

Com ambientes alegres e coloridos, a sala proporcionará mais incentivo à leitura para as crianças. A intenção também é auxiliar na recuperação de alunos que tenham dificuldades de leitura.

De acordo com a professora e contadora de histórias da Secretaria de Educação, as escolas da rede municipal poderão agendar horários diretamente na secretaria para trazerem os alunos. “Devido ao tamanho do espaço, atenderemos a uma turma por vez. O ideal é que sejam, no máximo, 30 crianças por vez”, explica.

Para a professora e também contadora de histórias, Amanda Hergert Straliotto, a inauguração da sala representa a realização de um sonho. “Queríamos construir um lugar para as crianças; para isso, foram realizados estudos e cada detalhe foi pensado com muito carinho”, cita.

 

MONTEIRO LOBATO

A data inauguração da sala, 22 de abril, foi pensada para coincidir com a semana de comemoração do autor e escritor de histórias de literatura infantil, Monteiro Lobato. Nesta semana de comemoração as professoras irão trabalhar os textos do autor.

A princípio, a sala de contação estará disponível apenas para as escolas da rede municipal. As escolas interessadas em fazer o agendamento, devem entrar em contato pelo telefone: 3404 -2438, no ramal 2486.

Jornalista: Vanessa Ferreira

Créditos: Divulgação

603637_708812992493816_6833831340559387025_n 1004867_708812759160506_5846195209659775645_n 1464730_708813775827071_2169089752231005702_n 1902978_708813455827103_541155550893884661_n 10154926_708812509160531_431595081902251214_n 10269561_708813612493754_2115374394505728479_n 10277605_708812699160512_770818157457475235_n

 

Secretaria da Educação e Conselho Tutelar debatem escola em tempo integral

Representantes da Secretaria da Educação e do Conselho Tutelar realizaram, no dia 16 de abril, na sede do Conselho Tutelar, reunião com profissionais das divisões de ensino, entre eles os professores Adriano de Oliveira Paiva e Adriana Cristina Muller Del Mundo, sobre a implementação dos projetos de Escola de Tempo Integral na rede pública municipal de ensino.

A supervisão foi representada pela professora mestre Sandrine Cristina Ibañes Rossini, do Departamento de Supervisão Escolar, além da coordenadora do Serviço Social da secretaria, Maria Helvira Hansen Martins e os conselheiros tutelares.

Na oportunidade, foram apresentadas as fundamentações legais para as atividades desenvolvidas (lei federal nº 9.394/96, Resolução CEB/CNE nº 7/2010 e Resolução SME nº 5/2014) e ressaltada a importância da articulação dos trabalhos entre Secretaria da Educação e Conselho Tutelar no sentido de que o direito do aluno à educação integral, quando solicitado pela unidade escolar, seja garantido nas escolas municipais que desenvolvem os projetos em 2014.

 RIBEIRÃO PRETO

Na última quinta-feira, 17 de abril, profissionais da Secretaria de Educação, representadas pelas professoras Sandrine Cristina Ibañes Rossini, da Divisão de Supervisão, Andréia Vaz Silva, Divisão de Ensino, e a representante do Departamento Financeiro da secretaria, Carla Salleti da Silva Oliveira, foram recebidas pelo coordenador do Comitê Territorial de Educação Integral do Estado de São Paulo, professor Anderson George de Assis, na Secretaria de Educação de Ribeirão Preto, com objetivo de buscar informações sobre o programa de escola em tempo integral desenvolvido no município.

De acordo com as representantes da secretaria, a reunião foi produtiva, principalmente no que se refere à ampliação do Programa Mais Educação para 2015, visto que o trabalho desenvolvido em Limeira está em consonância com a legislação e as diretrizes da Educação Integral.

“Os trabalhos, agora, voltam-se ao planejamento das atividades do Programa nas escolas já atendidas, bem como ao estudo de sua implementação em novas unidades”, afirmou Sandrine.

Jornalista: Vanessa Ferreira

Créditos: Divulgação

SME E CONSELHO 1 SME E CONSELHO 2 SME E CONSELHO 3 SME E CONSELHO

IMG_20140417_110539

Estudantes do Colmeia recebem uniformes

Alunos do cursinho pré-vestibular Colmeia, uma parceria entre a Prefeitura de Limeira e a Unicamp, receberam os uniformes do curso nesta terça-feira, 22 de abril, durante visita do prefeito Paulo Hadich ao Centro Comunitário do Jardim Morro Azul, local onde as aulas são ministradas.

Hadich destacou que a parceria entre a prefeitura e a Unicamp trará muitos frutos para Limeira. O cursinho Colmeia é um exemplo desses benefícios. “O estudo é uma necessidade cada vez maior, mas não somente como um meio de conseguir emprego. Estudar é uma necessidade contínua na vida da pessoa. Cada vez mais é preciso ter qualificação e estar preparado”, afirmou.

O cursinho disponibiliza aulas de segunda a sexta-feira, nos períodos da tarde e à noite. E, aos sábados, há plantão de dúvidas. As aulas são ministradas por monitores de ensino, supervisionados pelos professores doutores da Unicamp. O Colmeia tem o objetivo de proporcionar o acesso mais rápido e com qualidade aos jovens com menos possibilidade de cursar uma universidade pública.

A presidente do Ceprosom, Ana Maria Sampaio, e a agente de desenvolvimento educacional, Isabel Cristina Rossi Mattos, da Secretaria de Educação, participaram da entrega dos uniformes.

Os interessados em cursar as aulas do Colmeia ainda podem se inscrever. Basta entrar em contato com o Serviço Social Escolar pelo telefone 3404-1843.

SERVIÇO

Cursinho pré-vestibular Colmeia

Onde: Centro Comunitário do Jardim Morro Azul

Quando: De segunda a sexta-feira, nos períodos da tarde e da noite, e aos sábados (plantão de dúvidas)

Mais informações: Serviço Social Escolar – 3404-1843

Jornalista:

Créditos: Wagner Morente

DSC_4377a DSC_4404a

Escolas de Limeira desenvolvem projetos pedagógicos com música e encenação

A Secretaria da Educação, por meio da Emei Professor Celio Sampaio Silva e Emei Tia Nastácia, realiza toda última sexta-feira de cada mês um projeto pedagógico que utiliza a apresentação de uma peça musical para fomentar o conhecimento musical e o relacionamento interpessoal. O nome do projeto é “O pouco que eu aprendo eu apresento a vocês”.

De acordo com a diretora das escolas, Luciana Moreira Hernanes, o projeto desenvolvido é uma forma de incentivar e de inteirar as crianças com os outros alunos da escola. “Todo esse processo também está atrelado ao trabalho do professor. Tudo que é aplicado na sala de aula e depois apresentado pelas crianças, isto acontece de modo que se valorize o trabalho do professor”, explica.

A diretora também chama a atenção da importância da participação ativa dos pais e de passar a eles tudo o que é aplicado para as crianças. “Quando falamos aos pais sobre o projeto, fizemos questão de ressaltar o título que nós estamos ensinando e encenando para as crianças”, frisa.

MONITORAS

Luciana diz que há outro projeto desenvolvido pelas monitoras da escola, “Compartilhando a alegria de encenar”. O objetivo é mostrar de forma lúdica que estes profissionais também ensinam. “As crianças ficam eufóricas ao verem a pessoa que cuida delas fantasiada de algum personagem. É muito importante trabalhar isso com eles. É uma forma das crianças entenderem que a monitora está na escola para ensiná-las também”, conta.

Jornalista: Vanessa Ferreira

Créditos: Divulgação

DSC04865 DSC04784 DSC04791 DSC04795 DSC04840 DSC04841 DSC04842 DSC04844 DSC04846 DSC04853 DSC04855 DSC04857 DSC04859 DSC04860

 

Alunos de Limeira participam de campeonato de atletismo

A Prefeitura de Limeira, por meio da Secretaria de Educação, realizou o 1º Campeonato de Atletismo com os alunos da Emeief Professora Maria Aparecida Degaspare. O evento esportivo foi introduzido no currículo pedagógico da escola neste ano, isto foi possível com a vinda de professores especialistas nas áreas de artes e educação física.

De acordo com a vice-diretora da escola, Keila Silva Aragão, com a vinda dos professores especialistas, a educação física se tornou mais organizada, antes era entendida mais como uma recreação.

“As crianças agora começaram a entender o que é esporte e como se pratica. Mas, é importante ressaltar que os alunos recebem apenas uma introdução de cada esporte, não é nada pesado para eles”, explica.

O professor de educação física, Helio Augusto de Oliveira, ressalta que esse é o momento mais importante nesta faixa etária escolar, assim as crianças tomam gosto pelo esporte. Segundo ele, a prática esportiva possibilita trabalhar muitas questões que envolvem a competição, valores e respeito.

“Com a tecnologia as crianças não se interessam mais pelo esporte. Nessa idade é importante haver motivação e incentivo para sair do sedentarismo”, frisa.

Os alunos participaram de competições de arremesso de peso, saltos e corridas. Todos os exercícios foram acompanhados pelo professor especialista da rede. Com o término de cada prova, os vencedores foram premiados com medalhas. Segundo o professor, a premiação tem objetivo de incentivar ainda mais os alunos a participarem da competição.

Para aprimorar a prática esportiva, a escola será umas das quatro unidades a ser contemplada com a verba do governo federal para a construção de novas quadras. Ainda de acordo com a diretora, a intenção é trazer a comunidade para participar de eventos realizados na escola e fazer um trabalho de conscientização com os pais para que eles entendam a importância da disciplina de educação física.

“Com a construção da quadra, todo o processo de aproximar a comunidade e mostrar aos pais a importância da prática esportiva será viabilizado”, esclarece.

Jornalista: Vanessa Ferreira

Créditos: Divulgação

1517564_708329745875474_8974680391339222772_n 10151293_708330259208756_3459028163904601584_n 10155838_708329655875483_3189338532643878169_n 10170831_708329929208789_8371103271379738653_n 10173617_708329862542129_8309885352313800300_n 10246600_708330089208773_5017931104885787335_n 10258193_708329559208826_7724612871567312149_n (1) 10258193_708329559208826_7724612871567312149_n 10268700_708330182542097_3202234992195023527_n 10291690_708329692542146_5919580373641270069_n 10299940_708330235875425_8403515180702669013_n